Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Natal SAPO Cabo Verde


Terça-feira, 28.12.10

Reveillon: Festa de Passagem de Ano by "The Ones"

http://noticias.sapo.cv/cultura/agenda/evento//1116754.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 23.12.10

Boas Festas - Mensagem de Cabo Verde (5)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 23.12.10

Boas Festas - Mensagem de Cabo Verde (4)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 23.12.10

Boas Festas - Mensagem de Cabo Verde (3)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 23.12.10

Boas Festas - Mensagem de Cabo Verde (2)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 23.12.10

Boas Festas - Mensagem de Cabo Verde (1)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 20.12.10

"Boas Festas" - Vídeo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 31.12.09

Feliz Ano Novo Cabo Verde

 

Fonte: videos.sapo.cv/

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 24.12.09

Natal na Praia: Capital de Cabo Verde é cidade multicolor nestes dias de Dezembro

Praças, ruas, avenidas, bairros. Pela geometria da Cidade da Praia espalham-se os lugares que lembram a época natalícia. E como natal é sinónimo de cor, quando o sol se esconde, cintilam as luzes nas árvores, nas montras. Até os rostos que passam nos passeios têm um brilho diferente. Bailam sorrisos nos lábios, enquanto os braços estão ocupados com embrulhos e crianças de olhos esbugalhados.
Praça Alexandre Albuquerque. Pouco depois das 19h. Cascatas de luzes amarelas rodeiam o largo. Mesmo no centro, todas as imagens ligadas aos dias 24 e 25 de Dezembro. Enormes bolas vermelhas pendem das árvores. Estrelas feitas de azul ou de branco. Sinos vermelhos. Ao lado o presépio, onde as figuras de José e Maria velam pelo menino Jesus, escoltadas por todas as outras referências bíblicas, dos reis magos aos pastores.
O cenário repete-se na Praça Luís de Camões. Nos bairros da Praia iluminados pelas árvores de natal. Mas também por quase todos os espaços comerciais da cidade. Das lojas maiores às mais pequenas, é um desfilar de cores, de pinheiros, de pais natal que se mexem quando alguém se aproxima, de músicas alusivas à quadra.

Leia o artigo completo AQUI

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 23.12.09

Comunidade islâmica na Praia assinala Natal com conferência sobre Profetas

A comunidade islâmica em Cabo Verde realizou no passado dia 21 de Dezembro, na cidade Praia, uma conferência sobre os Profetas, uma forma de assinalar o Natal, festa tradicional que segundo a religião católica marca nascimento de Jesus.
De acordo com o Imã Ahmadou Neka Thiam, o islamismo não considera a data como sendo um evento religioso, mas em Cabo Verde assinalam a efeméride, embora numa perspectiva diferente, em respeito aos católicos e ao país onde vivem.
“A comunidade muçulmana de Cabo Verde respeita e solidariza com todos os acontecimentos e as cerimónias que acontecem em Cabo Verde, por isso, vamos realizar uma conferência para explicar como os islâmicos vêem todos os profetas”.
Ao contrário das religiões cristãs, para as quais Jesus é o Messias, o enviado de Deus, o islamismo dá maior relevância aos ensinamentos de Maomé, Profeta posterior a Jesus, que segundo os mesmo veio completar a mensagem de Jesus e dos demais profetas.
De acordo com Ahmadou Thiam a religião islâmica respeita o apóstolo José e a Virgem Maria, referenciados no Alcorão, mas o 25 de Dezembro, nascimento de Jesus, é uma data comum.
“Nós não falamos sobre isso. Para nós o dia Natal, 25 de Dezembro, é um dia como  outro qualquer. Mas nós respeitamos a festas dos católicos, só não participamos”, acrescenta.
Apesar de não comemorarem o Natal, Ahmadou Thiam admite que os muçulmanos, tanto em Cabo Verde como em outras latitudes, são influenciados pela data e muitos realizam a sua festa interna parecida com a realizada pelos católicos.
“Em todo o mundo o dia de Natal é feriado, não há aulas nem trabalho, fazemos então uma festa familiar dentro de casa para evitar que as nossas crianças saiam para participar da festa dos católicos” explicou.
A comunidade islâmica, presente em Cabo Verde desde meados dos anos 90, é neste momento formado por mais de quatro mil elementos, provenientes de vários países africanos vizinhos, mas também integra no seu seio um número significativo de cabo-verdianos, conforme informações do Imã Thiam.

 

Fonte: Inforpress

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.