Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Natal SAPO Cabo Verde



Sexta-feira, 27.11.09

Natal em Cabo Verde

 

O Natal é uma das festividades mais importantes em Cabo Verde, onde as celebrações têm um grande pendor religioso, cujas origens enraízam na colonização portuguesa. Com o desenvolvimento do país, as celebrações, por esta altura, aproximam-se cada vez mais das de Portugal e dos restantes países europeus católicos. No entanto, o aspecto mais importante e que prevalece é o da festa da família, oportunidade para o regresso dos emigrantes e dos estudantes, que voltam à sua ilha natal para comemorar o Natal com os pais, avós e outros familiares.

Para os mais religiosos, um dos aspectos mais importante da véspera de Natal é a Consoada. Na noite de 24 de Dezembro é servida uma ceia especial, depois da Missa do Galo, e que é preparada geralmente durante todo o dia. Nos últimos anos, vem-se generalizando, nalgumas famílias dos centros urbanos das ilhas, o prato de bacalhau, geralmente cozido com legumes, bem como o perú assada no forno. Outro prato preferido especialmente nas zonas mais rurais é o cabrito, chamado “cabritada”.
São ainda também bastante populares os bolos, os doces de coco e de leite acompanhados com com o grogue e o ponche.

Os pratos dependem grandemente das tradições locais, pois, por exemplo, em Santo Antão e São Nicolau ainda é usual cozinhar também o xerén, a chanfana, e noutras ilhas como o Fogo e Santiago o djagacida e o tchacina.  De forte tradição são ainda os fidjose, pastéis de milho e, ultimamente as rabanadas, os sonhos, as as broas. Outro ingrediente indispensável de qualquer celebração de Natal são os frutos secos importados.

A celebração religiosa do Natal começa à meia-noite do dia 24 de Dezembro com a Missa do Galo. O objectivo é celebrar o nascimento de Jesus Cristo, que a Igreja Católica atribui a este dia. É nas ilhas mais religiosas, como Santiago, que se regista maior adesão ao aspecto religioso desta Quadra. Os fiéis deslocam-se à Igreja para a cerimónia, voltando em seguida para casa onde comem a ceia e abrem os presentes. A designação de Missa do Galo deve-se à lenda que afirma que um galo cantou a essa hora para anunciar o nascimento de Jesus Cristo, o Menino Jesus.

O dia de Natal também encerra algumas tradições especiais: a família passa este dia reunida e partilha uma refeição especial, em regra o almoço. Aqui normalmente é servido ou um prato de bacalhau ou peru assado, nas famílias de mais posses, naturalmente. 

Uma tradição também muito importante no período de Natal, em Cabo Verde, é o Bolo Rei. Originalmente era um bolo especial que se destinava a celebrar o Dia de Reis, a 6 de Janeiro, data em que se supõe que os Reis Magos teriam chegado a Belém para oferecer presentes ao menino Jesus. O significado específico do bolo já deixou de ser associado ao dia de Reis unicamente, sendo consumido durante toda a época natalícia.
Dentro do bolo pode ser encontrado um pequeno presente e uma fava, indicando o primeiro a sorte de quem o encontrou e o segundo a obrigação da compra do próximo bolo. As origens desta tradição estão associadas a jogos que eram feitos para celebrar o dia de Reis e que variavam de lugar para lugar. Dessa tradição ficou apenas o bolo e nenhum dos  outros rituais.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.