Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Natal SAPO Cabo Verde


Quarta-feira, 22.12.10

Vídeo: O Natal dos Cães

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 21.12.10

Tom and Jerry - A noite antes do Natal

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 20.12.10

"Boas Festas" - Vídeo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 08.01.10

Vencedores do Passatempo de Natal

Na sequência do passatempo de Natal

É com todo o prazer que anunciamos os vencedores:

 

Domingos Jesus

 

Joceliny Moreno

 
Janeth Augusta Leal Andrade

 

Obrigada a todos os que participaram! E parabéns aos vencedores.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 24.12.09

Natal na Praia: Capital de Cabo Verde é cidade multicolor nestes dias de Dezembro

Praças, ruas, avenidas, bairros. Pela geometria da Cidade da Praia espalham-se os lugares que lembram a época natalícia. E como natal é sinónimo de cor, quando o sol se esconde, cintilam as luzes nas árvores, nas montras. Até os rostos que passam nos passeios têm um brilho diferente. Bailam sorrisos nos lábios, enquanto os braços estão ocupados com embrulhos e crianças de olhos esbugalhados.
Praça Alexandre Albuquerque. Pouco depois das 19h. Cascatas de luzes amarelas rodeiam o largo. Mesmo no centro, todas as imagens ligadas aos dias 24 e 25 de Dezembro. Enormes bolas vermelhas pendem das árvores. Estrelas feitas de azul ou de branco. Sinos vermelhos. Ao lado o presépio, onde as figuras de José e Maria velam pelo menino Jesus, escoltadas por todas as outras referências bíblicas, dos reis magos aos pastores.
O cenário repete-se na Praça Luís de Camões. Nos bairros da Praia iluminados pelas árvores de natal. Mas também por quase todos os espaços comerciais da cidade. Das lojas maiores às mais pequenas, é um desfilar de cores, de pinheiros, de pais natal que se mexem quando alguém se aproxima, de músicas alusivas à quadra.

Leia o artigo completo AQUI

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 23.12.09

Comunidade islâmica na Praia assinala Natal com conferência sobre Profetas

A comunidade islâmica em Cabo Verde realizou no passado dia 21 de Dezembro, na cidade Praia, uma conferência sobre os Profetas, uma forma de assinalar o Natal, festa tradicional que segundo a religião católica marca nascimento de Jesus.
De acordo com o Imã Ahmadou Neka Thiam, o islamismo não considera a data como sendo um evento religioso, mas em Cabo Verde assinalam a efeméride, embora numa perspectiva diferente, em respeito aos católicos e ao país onde vivem.
“A comunidade muçulmana de Cabo Verde respeita e solidariza com todos os acontecimentos e as cerimónias que acontecem em Cabo Verde, por isso, vamos realizar uma conferência para explicar como os islâmicos vêem todos os profetas”.
Ao contrário das religiões cristãs, para as quais Jesus é o Messias, o enviado de Deus, o islamismo dá maior relevância aos ensinamentos de Maomé, Profeta posterior a Jesus, que segundo os mesmo veio completar a mensagem de Jesus e dos demais profetas.
De acordo com Ahmadou Thiam a religião islâmica respeita o apóstolo José e a Virgem Maria, referenciados no Alcorão, mas o 25 de Dezembro, nascimento de Jesus, é uma data comum.
“Nós não falamos sobre isso. Para nós o dia Natal, 25 de Dezembro, é um dia como  outro qualquer. Mas nós respeitamos a festas dos católicos, só não participamos”, acrescenta.
Apesar de não comemorarem o Natal, Ahmadou Thiam admite que os muçulmanos, tanto em Cabo Verde como em outras latitudes, são influenciados pela data e muitos realizam a sua festa interna parecida com a realizada pelos católicos.
“Em todo o mundo o dia de Natal é feriado, não há aulas nem trabalho, fazemos então uma festa familiar dentro de casa para evitar que as nossas crianças saiam para participar da festa dos católicos” explicou.
A comunidade islâmica, presente em Cabo Verde desde meados dos anos 90, é neste momento formado por mais de quatro mil elementos, provenientes de vários países africanos vizinhos, mas também integra no seu seio um número significativo de cabo-verdianos, conforme informações do Imã Thiam.

 

Fonte: Inforpress

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 22.12.09

Filhos e Amigos de São Nicolau - Almoço/Convívio de Natal

Foto: fotos.sapo.cv

"Este ano o nosso ALMOÇO/CONVÍVIO tem outro signicado adicional. Este ano vamo-nos reunir para ajudarmos S.Nicolau a nossa (de todos) Ilha que este ano foi considerada pelo Governo como Património Nacional por ser a Vila mais linda e a mais limpa de Cabo Verde. Acontece, que no dia 30 de Agosto foi elevada a Património Nacional, e, em 09 de Setembro começaram as primeiras chuvas que haviam de mergulhar S.Nicolau numa calamidade profunda, coisa nunca vista por pessoas que já ultrapassaram os 90 anos de vida.
Portanto, continuando a manter os objectivos de sempre deste almoço que é  juntar os Filhos de São Nicolau e amigos, (amigos e amigas que com certeza não se vêm há muitos anos) para conviverem num almoço de amizade, também, juntamos o de contribuir com 2(dois) Euros para enviarmos para S.Nicolau numa conta aberta na Caixa Geral de Depósito para esse efeito. Entretanto, mantém-se o desejo primordial de proporcionar às pessoas de São Nicolau que se espalharam por este Portugal fora, a possibilidade de ver os amigos, de matar saudades, de colmatar o eterno saudosismo da nossa querida ILHA que nos viu nascer. “Ê pâ nô bem ‘sparajâ durante um dia”. Haverá música para dançar e um concurso de Mazurca Vão pensando nos vossos pares. Um PEDIDO: que ninguém FALTE. O objectivo primeiro mantém-se: é o de conviver patchê nô stâ espadjód.
O Almoço é no dia 20 de Dezembro - Domingo -  a partir das 11,30 horas

 

Este ano o local é: Lisboa – Alcântara - Restaurante da  Antiga FIL - Praça das Indústrias
Por fim,.... barriga fórte coraçõ contente, e..... um Viva pâ S. Nicolau.
Com os melhores cumprimentos
A Organização: Antónia Pimentel, Maria L.Lopes, Juliana Ramos, Francisco do Rosário"

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 21.12.09

Passatempo de Natal - ganha Prémios!

Este Natal quem dá prendas é o SAPO!

 

O Sapo Cabo Verde e a CV Móvel têm para oferecer 3 telemóveis.

 

Para ganhar só tem de enviar uma imagem alusiva ao Natal.
As 3 melhores imagens ganham 3 telemóveis.


Início: 21 de Dezembro de 2009
Fim: 31 de Dezembro de 2009

Participe já!
Envie a imagem para o e-mail  passatemposapo@sapo.cv e anexe os seguintes dados:
Nome:
E-mail:
Telefone/ telemóvel:

 

Regulamento


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 11.12.09

Casa da Juventude prepara Natal das Crianças - Ilha do Maio


 

 

Já está montada a tenda para as actividades de natal da Casa da Juventude do Maio. Sob o lema “Juntos na Alegria de Uma Criança”  a tenda realizará actividades culturais e recreativas e distribuição de prendas pelo Pai Natal.

 

Notícia completa AQUI

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 27.11.09

Natal em Cabo Verde

 

O Natal é uma das festividades mais importantes em Cabo Verde, onde as celebrações têm um grande pendor religioso, cujas origens enraízam na colonização portuguesa. Com o desenvolvimento do país, as celebrações, por esta altura, aproximam-se cada vez mais das de Portugal e dos restantes países europeus católicos. No entanto, o aspecto mais importante e que prevalece é o da festa da família, oportunidade para o regresso dos emigrantes e dos estudantes, que voltam à sua ilha natal para comemorar o Natal com os pais, avós e outros familiares.

Para os mais religiosos, um dos aspectos mais importante da véspera de Natal é a Consoada. Na noite de 24 de Dezembro é servida uma ceia especial, depois da Missa do Galo, e que é preparada geralmente durante todo o dia. Nos últimos anos, vem-se generalizando, nalgumas famílias dos centros urbanos das ilhas, o prato de bacalhau, geralmente cozido com legumes, bem como o perú assada no forno. Outro prato preferido especialmente nas zonas mais rurais é o cabrito, chamado “cabritada”.
São ainda também bastante populares os bolos, os doces de coco e de leite acompanhados com com o grogue e o ponche.

Os pratos dependem grandemente das tradições locais, pois, por exemplo, em Santo Antão e São Nicolau ainda é usual cozinhar também o xerén, a chanfana, e noutras ilhas como o Fogo e Santiago o djagacida e o tchacina.  De forte tradição são ainda os fidjose, pastéis de milho e, ultimamente as rabanadas, os sonhos, as as broas. Outro ingrediente indispensável de qualquer celebração de Natal são os frutos secos importados.

A celebração religiosa do Natal começa à meia-noite do dia 24 de Dezembro com a Missa do Galo. O objectivo é celebrar o nascimento de Jesus Cristo, que a Igreja Católica atribui a este dia. É nas ilhas mais religiosas, como Santiago, que se regista maior adesão ao aspecto religioso desta Quadra. Os fiéis deslocam-se à Igreja para a cerimónia, voltando em seguida para casa onde comem a ceia e abrem os presentes. A designação de Missa do Galo deve-se à lenda que afirma que um galo cantou a essa hora para anunciar o nascimento de Jesus Cristo, o Menino Jesus.

O dia de Natal também encerra algumas tradições especiais: a família passa este dia reunida e partilha uma refeição especial, em regra o almoço. Aqui normalmente é servido ou um prato de bacalhau ou peru assado, nas famílias de mais posses, naturalmente. 

Uma tradição também muito importante no período de Natal, em Cabo Verde, é o Bolo Rei. Originalmente era um bolo especial que se destinava a celebrar o Dia de Reis, a 6 de Janeiro, data em que se supõe que os Reis Magos teriam chegado a Belém para oferecer presentes ao menino Jesus. O significado específico do bolo já deixou de ser associado ao dia de Reis unicamente, sendo consumido durante toda a época natalícia.
Dentro do bolo pode ser encontrado um pequeno presente e uma fava, indicando o primeiro a sorte de quem o encontrou e o segundo a obrigação da compra do próximo bolo. As origens desta tradição estão associadas a jogos que eram feitos para celebrar o dia de Reis e que variavam de lugar para lugar. Dessa tradição ficou apenas o bolo e nenhum dos  outros rituais.

Autoria e outros dados (tags, etc)


PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.